terça-feira, 13 de fevereiro de 2018

Jovem é expulsa de casa por se converter a Jesus no Butão


* * * Extraído do portal CPADNews * * *

Alguns meses após se converter e ser batizada, a família descobriu sobre sua fé e não a aceita mais em casa

Fonte: Portas Abertas | 09/02/2018 - 17:00

Dechen* é uma moça de 22 anos que, ao ouvir o evangelho através de um amigo, se converteu ao cristianismo em outubro de 2016. Em dezembro daquele mesmo ano ela foi batizada. Mas não contou nada para a família. No entanto, os parentes perceberam mudanças em sua vida após a conversão. Dechen manteve a fé em segredo, mas mesmo assim a família descobriu através de várias pessoas que contaram para eles. Assim, em meados de fevereiro de 2017, ela foi rejeitada por todos os membros da família.
Eles deram a ela a opção de abandonar a família ou a Jesus. Ela respondeu que não queria deixar nenhum dos dois. A família ficou furiosa e a proibiu de voltar para casa se não negasse a Cristo. Estavam determinados a não aceitá-la de volta se ela não abandonasse a fé.
Agora faz um ano que sua família se recusa a falar com ela. Desde então, Dechen está morando com amigos cristãos e está procurando um emprego para poder se manter. Ore por essa jovem cristã, que tem o desejo de servir o Senhor em tempo integral. Que sua família conheça a Jesus e a aceite de volta em casa.
 * Nome alterado por motivos de segurança.
** Foto ilustrativa


Tags: Butão, Conversão, CpadNews, Evangelho, Fé, Jesus Cristo

sábado, 23 de dezembro de 2017

Tema - A igreja para viver sinais e maravilhas deve ser uma igreja que tenha por prioridade e princípios:




Texto de Referência - Atos 2: 42 - E perseveravam na doutrina dos apóstolos, e na comunhão, e no partir do pão, e nas orações. 43 E em toda a alma havia temor, e muitas maravilhas e sinais se faziam pelos apóstolos. 44 E todos os que criam estavam juntos, e tinham tudo em comum. 45 E vendiam suas propriedades e bens, e repartiam com todos, segundo cada um havia de mister. 46 E, perseverando unânimes todos os dias no templo, e partindo o pão em casa, comiam juntos com alegria e singeleza de coração, 47 Louvando a Deus, e caindo na graça de todo o povo. E todos os dias acrescentava o Senhor à igreja aqueles que se haviam de salvar. ATOS 4: 31 E, tendo orado, moveu-se o lugar em que estavam reunidos; e todos foram cheios do Espírito Santo, e anunciavam com ousadia a palavra de Deus. 32 E era um o coração e a alma da multidão dos que criam, e ninguém dizia que coisa alguma do que possuía era sua própria, mas todas as coisas lhes eram comuns. 33 E os apóstolos davam, com grande poder, testemunho da ressurreição do Senhor Jesus, e em todos eles havia abundante graça. 34 Não havia, pois, entre eles necessitado algum; porque todos os que possuíam herdades ou casas, vendendo-as, traziam o preço do que fora vendido, e o depositavam aos pés dos apóstolos. 35 E repartia-se a cada um, segundo a necessidade que cada um tinha.

PALAVRA INTRODUTÓRIA:

Meus irmãos, vemos que as primeiras gerações de cristãos até o segundo século é conhecida como a Igreja Primitiva. Onde vemos Jesus sendo a Cabeça DESTA IGREJA e ESTA IGREJA sendo o seu Corpo.

E O livro de Atos dos Apóstolos ou Atos do Espírito Santo, nos traz algumas palavras chaves. E Baseado nestas palavras, podemos perceber então qual era a primazia da Igreja Primitiva. Onde se baseavam. E se nós como igreja atual quisermos ver estes sinais e maravilhas, precisamos voltar aos mesmos princípios, para vivermos a realidade vivida pelos primeiros cristãos. E baseado neste contexto vem-nos uma pergunta:

É possível voltarmos à Igreja Primitiva estando nós vivendo os nossos dias?

Vemos que o primeiro passo para a igreja primitiva ver os sinais e maravilhas tinha como base a perseverança:

1- DOUTRINA = Atos 2.42 - E perseveravam na doutrina dos Apóstolos, na comunhão, no partir do pão e nas orações.

Esta palavra nos mostra que a Igreja que quer realmente viver e ver os sinais e maravilhas como a Igreja primitiva, deve estar baseada na doutrina dos apóstolos; e não em novidades, modismos teológicos, costumes denominacionais ou opiniões paralelas e individualistas. Para a Igreja de Jesus o Cristo, o alimento primordial é a Palavra de Deus. Mateus 4.4 - Nem só de pão viverá o homem, mas de toda a palavra que sai da boca de Deus.

Vemos que a Igreja primitiva começou marcada pelo ensino da Palavra de Deus. Os irmãos eram fortes, espiritualmente preparados, e baseados na Palavra, juntos formavam comunidades ou igrejas fortes, robustas. E nós não somos diferentes, começamos bem com a nossa Escola Bíblica Dominical, mas com o enfraquecimento das Escolas e Estudos Bíblicos em nossas igrejas, muitos têm se enfraquecido. Enquanto isso, muitas seitas preparam seus fiéis com estudos e capacitação e vão avançando cada vez mais, mas estão crescendo deformadas.

Se quisermos voltar ao princípio assim como a Igreja Primitiva, também precisamos retornar às Escrituras. Como Martinho Lutero disse: Somente a Bíblia é suficiente para o conhecimento da Salvação. Uma Igreja genuína precisa estar baseada na Palavra de Deus.
Vemos que o segundo passo para a igreja primitiva ver os sinais e maravilhas tinha como base o temor:

2- TEMOR = Respeito - Atos 2.43 - E em toda a alma havia temor e muitas maravilhas e sinais se faziam pelos apóstolos.
A palavra temor significa respeito, reverência, pela Santidade do Espírito Santo, que proporcionava muitos sinais e maravilhas que aconteciam com frequência no meio do povo. Atos 5: 12 - E muitos sinais e maravilhas eram feitos entre o povo pelas mãos dos apóstolos.

Sem dúvida, a força da Igreja Primitiva estava no poder espiritual que Jesus havia prometido: Lucas 24: 49 - E eis que sobre vós envio a promessa de meu Pai; ficai, porém, na cidade de Jerusalém, até que do alto sejais revestidos de poder. Atos 1: 8 - E recebereis poder ao descer sobre vós o Espírito Santo. Sem o Poder do Espírito Santo, a Igreja se torna uma igreja fraca e impotente. A IGREJA PRIMITIVA VIA OS SINAIS E MARAVILHAS PORQUE NÃO FICAVAM PULANDO DE IGREJA EM IGREJA, ELES PERMANECERAM NO LUGAR ONDE JESUS DISSE PARA ELES FICAREM!!!

Infelizmente muitas igrejas começam buscando o poder do Espírito Santo e com o passar do tempo começam a estabelecer seus próprios poderes internos, além de fazer alianças em busca de poder perante a sociedade. Consequentemente o poder espiritual se esfria.

Vemos que o terceiro passo para a igreja primitiva ver os sinais e maravilhas ela tinha como base a comunhão:

3- COMUNHÃO = Koinonia - Atos 2.44 - Todos os que creram estavam juntos e tinham tudo em comum.

A forma de cuidado entre os irmãos na Igreja primitiva fazia com que todos procurassem apoiar uns aos outros, com isso, todos os cristãos eram assistidos pastoralmente, não somente pelos apóstolos, mas por todos os irmãos, formando uma rede de apoio e cuidado.

Sua unidade era tão intensa ao ponto de ser um o coração e a alma da multidão dos que criam, e ninguém dizia que coisa alguma do que possuía era sua própria, mas todas as coisas lhes eram comuns. Eles Não estavam apenas reunidos, mas estavam realmente unidos e compartilhavam tudo em comum.

Um dos desafios para a Igreja atual é romper as barreiras de separação entre as pessoas. Temos que deixar de lado nossas opiniões e tudo mais que possa nos separar das pessoas para viver em comunhão.

Vemos que o QUARTO passo para a igreja primitiva ver os sinais e maravilhas ela tinha como base O SERVIÇO:

4- SERVIÇO = Diakonia - Atos 2.45 - Vendiam suas propriedades e bens, distribuindo o produto entre todos, á medida que alguém tinha necessidade.

A Diakonia é o serviço da Igreja para com as pessoas. O Diácono ou a Diakonia é o servo ou auxiliar dos ministérios da igreja. Vemos que o próprio culto era considerado um serviço ou trabalho.

A Igreja em si prestava um serviço à sociedade provendo socorro aos necessitados. Seu serviço ou ministério faziam com que abrissem mão de tudo em prol do amor ao próximo. Atos 4: 34 e 35 - Não havia, pois, entre eles necessitado algum; porque todos os que possuíam herdades ou casas, vendendo-as, traziam o preço do que fora vendido, e o depositavam aos pés dos apóstolos. E repartia-se a cada um, segundo a necessidade que cada um tinha.

Pra não correr o risco de deixar as pessoas sem assistência, os apóstolos fizeram uma eleição para que alguns homens exercessem a função de diáconos que seriam os servidores da igreja. E eles tinham que ser: De boa reputação, cheios do Espírito Santo e de sabedoria, para exercer este importante negócio. I Timóteo 3: 13 - Porque os que servirem bem como diáconos, adquirirá para si uma boa posição e muita confiança na fé que há em Cristo Jesus.                                                                                                                                                                                            
Se quisermos ver sinais e maravilhas precisamos nos dedicar a quem está fora da Igreja sem deixar de atender aos irmãos que estão perto de nós.

Vemos que o QUINTO passo para a igreja primitiva ver os sinais e maravilhas tinha como base A GRAÇA:

5- GRAÇA = Charis - Atos 2.46,47 - Diariamente perseveravam unânimes no templo, partiam o pão de casa em casa e tomavam suas refeições com alegria e singeleza de coração. Louvando a Deus e contando com a simpatia de todo o povo. Enquanto isso acrescentava-lhes o Senhor, dia a dia, os que iam sendo salvo.

A graça nos dá o sentido de prazer, favor, generosidade, doação, gratuidade e amor incondicional. A graça é o presente de Deus que comove a Igreja a agir.

A Igreja Primitiva dependia somente da Graça de Deus para tudo. Não tinham influência, eloquência, estruturas ou qualquer outra coisa. Entretanto a superabundante graça sempre foi o suficiente (II Coríntios 12.7).

A graça é o perdão de Deus para o pecador. Eles se cumprimentavam anunciando a graça e a paz. 

Através da Graça, manifestavam sua alegria e singeleza de coração e o principal uma simpatia com todas as pessoas.
Vemos que o SEXTO passo para a igreja primitiva ver os sinais e maravilhas tinha como base A PREGAÇÃO:

6- PREGAÇÃO = Kerigma - Atos 4.31 - Tendo eles orado, tremeu o lugar onde estavam reunidos, todos ficaram cheios do Espírito Santo, e com ousadia, anunciavam a palavra de Deus.

A pregação do evangelho era o centro da missão dos cristãos primitivos, e a mensagem estava ligada a três palavras chaves;
LOGOS = logov - É a Palavra viva onde nos mostra Jesus como a origem e o centro de toda a pregação. João 1: 1 - NO princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus.

METANÓIA = Mudança de mente - É a mesma mensagem anunciada tanto por João Batista, como por Jesus quando pregavam e diziam: Mateus 3.2 - Arrependei-vos, porque é chegado o reino dos céus.

EVANGELHO = Boas novas - O conteúdo de toda pregação era as boas novas de salvação em Jesus Cristo.  Isaías 52: 7 - Quão formosos são sobre os montes, os pés do que anuncia as boas novas, que faz ouvir a paz, do que anuncia o bem, que faz ouvir a salvação, do que diz a Sião: O teu Deus reina!
Pedro havia feito sua primeira pregação após o Pentecostes e o fruto de sua mensagem foram três mil pessoas batizadas. Os que ouviam sentiram o coração arrependido como se estivessem transpassados (Atos 2.37) pela Espada de dois gumes da Palavra de Deus (Hebreus 4.12). A pregação da Igreja é transformadora.

Os primeiros cristãos e os apóstolos seguiam “pregando o reino de Deus, e ensinando com toda a liberdade as coisas pertencentes ao Senhor Jesus Cristo, sem impedimento algum” (Atos 28.31). Esta pregação do kerigma traz vida para as pessoas. Faz sentido para sua experiência pessoal e muda tudo.

Como igreja de Cristo Jesus, devemos priorizar a pregação da Palavra de Deus. Se formos analisar, a igreja gasta muito tempo com outras coisas como música, apresentações, avisos e tantas atividades e muito pouco de pregação. A missão deixada por Jesus para nós foi: Marcos 16: 15 - Ide por todo o mundo e pregai o evangelho a toda criatura.

Vemos que o SÉTIMO passo para a igreja primitiva ver os sinais e maravilhas tinha como base O TESTEMUNHO:

7- TESTEMUNHO = Martyria: Atos 4.33 - E os apóstolos davam com grande poder, testemunho da ressurreição do Senhor Jesus, e em todos eles havia abundante graça.

Testemunho é dar depoimento ou declaração de ser uma testemunha. Os mártires eram aqueles que davam testemunho de Cristo em qualquer situação, e estavam dispostos a morrer para nunca negar sua fé.

Uma das bases da ousadia destes mártires era a sua fé na ressurreição dos mortos, por isso estavam dispostos a morrer crendo que ressuscitariam com Jesus. Eles consideravam uma honra morrer com Jesus.

Estêvão foi o primeiro mártir da igreja, e outros valentes formam a galeria dos Heróis da fé que não temeram morrer (Hebreus 11.32-40).
Alguns testemunhos marcantes como o de Policarpo, bispo de Esmirna e provável discípulo do apóstolo João. Quando foi posto na fogueira para seu martírio, disse que eles acenderiam um fogo que se apagaria, mas o fogo do juízo eterno jamais se apagará.
Tertuliano de Cartago declarou ao morrer que o sangue dos mártires é a semente da Igreja, referindo-se ao crescimento do cristianismo em meio à perseguição.

A Coréia do Sul vive um grande avivamento nos dias atuais, mas muitos pregadores morreram por isso.

A falta de testemunho é um grande empecilho para a igreja atual. Por causa de qualquer problema as pessoas abandonam sua igreja e os votos de fidelidade a Deus quando aceitaram a Jesus ou foram batizadas. Em contrapartida, os cristãos primitivos estavam dispostos a morrer sem negar sua fé.
Para voltarmos a ser como a Igreja Primitiva, seria preciso investir no testemunho e formação do caráter cristão.    

A Igreja deve ser mais criteriosa, o mundo não precisa ver nossa música, nossos templos ou grandes eventos gospel, mas o nosso testemunho de vida.
CONCLUSÃO: O caminho de volta para parecermos com a Igreja Primitiva e podermos contemplar os Sinais e Maravilhas só conseguiremos com base na doutrina, poder, comunhão, serviço, graça, pregação e testemunho. E assim, a Igreja estará capacitada pelo ensino, cheia de poder, fortalecida em comunhão, ocupada trabalhando para o Reino de Deus, dependendo da Graça, anunciando a pregação do Evangelho e com bom testemunho de vida.

Por: Pastor Jairo C. Guirra


Tags: Comunhão, Evangelho, Gospel, Igreja, Jerusalém, Jesus Cristo

segunda-feira, 9 de outubro de 2017

Cristã cubana dedica a vida a ensinar sobre Deus



* * * Extraído do Portal CPadnews * * *

Em um vilarejo na região central de Cuba, uma cristã dedicou sua vida para ajudar as pessoas a se aproximarem de Deus

Fonte: Portas Abertas | 09/10/2017 - 12:50 

Amarilis* vive no estado de Sancti Spiritus, região central de Cuba. Ela lidera um centro de assistência à infância que fornece ajuda diária e ensino bíblico para crianças entre 1 e 5 anos de idade. Ela se converteu ainda muito jovem e, desde o início, ela tinha um forte sentimento de compromisso com Deus.

Para Amarilis, parecia que crianças de sua idade e até as mais velhas estavam prontas para ouvir suas histórias. Isso a levou a começar um grupo infantil no quintal da frente de sua casa, e contou com o apoio da família.

“Embora minha mãe não fosse cristã, ela sempre me apoiou. Eu me encontrava com esse grupo de crianças todas as sextas-feiras e durante horas falava sobre Deus, lia a Bíblia e nós compartilhávamos nossas histórias. Cada vez mais, crianças se juntavam ao nosso grupo até atingir um total de 40. A maioria delas também ia à igreja comigo todos os domingos”, compartilhou a cristã.

Confirmação do chamado

Isso durou vários anos até que Amarilis sentiu Deus reafirmar a vocação para continuar o trabalho na educação. Ela se tornou professora assistente em uma pré-escola e, aos 14 anos, ministrou seu primeiro curso de treinamento em Educação Cristã. "Eu acho que foi aí então que percebi plenamente que Deus estava me chamando para permanecer no caminho que eu tinha iniciado anos antes”, disse Amarilis a Portas Abertas.

Além de começar a ensinar na escola dominical, ela também continuou liderando o grupo de crianças que criou pela primeira vez em seu quintal muitos anos antes. Além disso, ela iniciou novos grupos em outras vilas da sua região.

*Nome alterado por motivo de segurança.

Pedidos de oração

·  Louve a Deus pela vida e testemunho de Amarilis.

·  Ore pela nação cubana, pelos cristãos do país e para que o evangelho se propague ali.

·  Interceda pelos colaboradores da Portas Abertas que estão no campo. Peça a Deus que lhes dê força e os proteja.

Tags: Cpadnews, Conversão, Cuba, EBD, Jesus Cristo

sábado, 22 de julho de 2017

Uma nova e impactante revelação sobre o Santo Sudário que poderia confirmar sua autenticidade


* * * Extraído do Portal Yahoo * * *

Trata-se, sem dúvidas, da peça de tecido mais estudada do mundo. Durante séculos o Santo Sudário, ou Sudário de Turim – no qual, segundo a tradição cristã, Jesus foi envolto após ser crucificado – foi objeto de investigações, teorias e escrutínio.
Esquerda: detalhe do Santo Sudário. Direita: uma imagem fotográfica do tecido. Foto:
IBT Times

A última investigação conhecida, cujos resultados foram publicados na revista científica norte-americana PlosOne, sustenta a teoria de que o tecido usado como mortalha funerária é verdadeiro.
Elvio Carlino, pesquisador do Instituto de Cristalografia de Bari, na Itália, disse que a peça de três metros de comprimento por um de largura, com uma imagem ligeiramente manchada de um homem que, para os cristãos, representa Jesus, contém minúsculas partículas que revelam um “grande sofrimento” de uma vítima “envolta na mortalha funerária”.
Estas partículas tinham uma “estrutura, tamanho e distribuição peculiares”, acrescentou Giulio Fanti, professor da Universidade de Pádua.


Sudário de Turim. Foto de AP

Em um artigo intitulado “Nova evidência biológica dos estudos de resolução atômica no Sudário de Turim”, os pesquisadores afirmam que o sangue no tecido continha altos níveis de creatinina e ferritina, substâncias encontradas em pacientes que sofrem fortes traumas, como a tortura.
“Estas descobertas só puderam ser reveladas pelos métodos desenvolvidos recentemente no campo da microscopia eletrônica,” esclareceu Elvio.
Ele disse que a investigação marcou o primeiro estudo “das propriedades em nano-escala de uma fibra pura extraída do Manto de Turim”.
A análise foi realizada pelo Instituto Oficial de Materiais em Trieste e pelo Instituto de Cristalografia de Bari, ambos sob a liderança do Conselho Nacional de Pesquisa da Itália, bem como do Departamento de Engenharia Industrial da Universidade de Pádua.
Investigações anteriores asseguravam que o tecido era mais recente – da época medieval – e que a imagem havia sido criada por falsificadores. O fato de que o mesmo está manchado de sangue já é considerado incontestável.
Fanti, um dos estudiosos do sudário, acreditava que a imagem representada na mortalha poderia ter sido resultado de uma explosão de “energia radiante”, como luz ultravioleta, raios X ou correntes de partículas que emanam do próprio corpo humano.
O sudário está atualmente em exibição na Catedral de São João Batista em Turim, na Itália. Durante uma visita à cidade em 2015, o Papa Francisco fez uma pausa e uma oração silenciosa diante do Santo Sudário.
Benito Kozman

Tags: Arqueologia, História, Jesus, Notícias, Yahoo

segunda-feira, 19 de junho de 2017

Cristãos vivem ameaçados por grupo extremista islâmico no Quênia


* * * Extraído do Portal Cpadnews * * *
Segundo Portas Abertas, o país é o 18º na Classificação a Perseguição Religiosa 2017
Fonte: Portas Abertas

Quando se fala em cristãos no Quênia é impossível não se lembrar das 147 estudantes que morreram durante um ataque à Universidade de Garissa, em 2015. Até hoje, os sobreviventes sentem as consequências daquele triste dia.
O país é o 18º na atual Lista Mundial da Perseguição, apresentando um nível alto de violência contra aqueles que se decidem por Jesus Cristo.
O Al-Shabaab lidera essa perseguição que está focada no objetivo de "limpar a nação" em seus aspectos étnicos e religiosos.
Embora a nação seja composta por maioria cristã, os cristãos se tornaram alvo dos grupos extremistas em áreas que são dominadas por eles.
Politicamente, o nível de corrupção também é elevado e seu efeito sobre a proteção dos cidadãos é grande. Várias igrejas já foram destruídas e muitos cristãos tiveram que deixar a área.
Existe um padrão de perseguição que é definido pelas ideologias dos extremistas islâmicos no nordeste e no litoral do Quênia.
O país é o lar de mais de quarenta tribos. Na parte nordeste, o extremismo islâmico e o antagonismo tribal andam de mãos dadas.
Nesse contexto, a perseguição ocorre principalmente quando os membros das tribos se convertem ao cristianismo, mas também pode ser visto em nível nacional, com os políticos enfatizando valores e crenças tradicionais.
Nos últimos três anos, o nível de perseguição no país cresceu e é provável que continue assim. Ore pela Igreja Perseguida no Quênia.

Tags: África, Conversão, Cpadnews, Evangelho, Evangelismo, Jesus Cristo, Missão, Missionários, Perseguição, Quênia